quarta, 03 agosto 2011 12:53

Assembleia Nacional aprova adesão de Angola na IRENA

usina
Os deputados da Assembleia Nacional, aprovaram por unanimidade a adesão de Angola à Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA), por proposta do Governo, defendida em Plenário pelo Ministro das Relações Exteriores George Chicoti.
O desenvolvimento das tecnologias das energias renováveis, contribuindo para inverter o processo acelerado de alterações climáticas no planeta e facilitando a chegada de energia às zonas mais periféricas e isoladas do País, foram vantagens defendidas pelo Executivo.
A Agência Internacional de Energias Renováveis foi criada em 2009 com objectivo de divulgar e promover o uso de energias renováveis, com vista ao desenvolvimento sustentável. Recordamos, que em Julho último, a Ministra da Energia e Águas, Emanuela Vieira Lopes, participou desde em Abu Dhabi, nos Emiratos Árabes Unidos, na Conferência de Alto Nível de Consultas e Parcerias sobre a Aceleração da Disseminação das Energias Renováveis e seu Desenvolvimento Sustentável em África. O objectivo da Conferencia visou ouvir dos Estados membros como, quando e onde a IRENA poderá contribuir e participar na implementação das energias renováveis.
Com dois anos de existência, à IRENA é uma organização que conta com 148 membros e sua missão principal o apoio aos países em via de desenvolvimento na aposta nas energias renováveis.
Fonte:Centro de Documentação e Informação - CDI - MINEA
Modificado em quarta, 03 agosto 2011 12:54